.Cultura

17/06/2014 · 16:25
Unilínguas em clima de Copa
Americanos e brasileiros se reuniram para assistir à estreia dos Estados Unidos
Tamanho da Letra
Texto: Betina Albé Veppo
Imagens: Rodrigo W. Blum


Em clima de animação, estudantes americanos das mais diversas partes dos Estados Unidos, que estão em intercâmbio no Brasil, e alunos da Unisinos se reuniram nessa segunda-feira, 16 de junho, no Unilínguas, para assistir à estreia dos Estados Unidos na Copa, torcer junto e jogar conversa fora. O momento iniciou às 19h e teve distribuição de pipoca e refrigerante.



Quando o hino nacional tocou, os americanos se levantaram e cantaram junto. O jogo começou. A cada movimento, gritos, aflição e palmas. Logo aos 28 segundos do primeiro tempo, o capitão Dempsey abre o placar e alivia a torcida pela vantagem. 1x0 para os Estados Unidos. Com a vantagem praticamente durante o jogo inteiro, os americanos viram os ganeses empatarem o placar aos 37 minutos do segundo tempo, com gol de André Ayew. Mas a tristeza do empate durou pouco, aos 42, o zagueiro Brooks, pulou mais alto que os adversários, após a cobrança de escanteio e deu fim à maldição da série de derrotas contra a Gana em Copas do Mundo.

O americano Stewart Reagan, que está em intercâmbio aqui desde fevereiro, conta que está muito animado com o entusiasmo dos brasileiros no período do Mundial de futebol. Vivenciar essa euforia brasileira já faz parte do aprendizado cultural que o intercâmbio proporciona. “Futebol,  no Brasil, é mais paixão, mais estilo de vida. Quando o Brasil joga, as pessoas se conectam", relata Reagan, e acrescenta que, apesar do futebol não ser tradicional nos Estados Unidos, muitas pessoas já se empolgam com os jogos, como ele, que jura amar esportes muito antes de colocar os pés na América Latina.


Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links