.Especialização e MBA

29/05/2013 · 16:50
Especialização em Humanidades
Reitor fará a aula inaugural do novo curso nesta terça (4/6) no campus de Porto Alegre
Tamanho da Letra
Texto: Greyce Vargas
Imagens: MorgueFile

Em menos de duas décadas, a China será a maior economia do mundo. Isso vai mudar a sua vida. A medicina tem avançado a tal ponto que está, cada vez mais, prolongando a vida das pessoas. Tal fato já mudou seu modo de encarar as experiências. A religião muçulmana vai passar o catolicismo em poucos anos na Europa. E isso, definitivamente, vai mudar a lógica de todo o mundo.

Todos esses fatos estão intimamente ligados e vão alterar a economia, a sociedade, a política... o funcionamento do mundo. Oito pontos fundamentais serão abordados na especialização em Humanidades: Religião e Mística, Ciência e Tecnologia, Saúde e Qualidade de Vida, Economia e Desenvolvimento, Arte e Criação, Política, Governança e Relações Internacionais, Ética, Direito e Natureza Humana e Mundo Sustentável.

Durante dois anos, os alunos da especialização em Humanidades: para entender o século XXI cursarão essas disciplinas e participarão das conferências e palestras preparatórias do Fronteiras do Pensamento. O curso é uma parceria com o evento e vai se dedicar aos principais desafios que este século vai enfrentar.

Quando a população muçulmana for maioria na Europa, e isso vai acontecer, o que vai acontecer com a sociedade do continente? Esse é um dos temas que vamos tratar em Religião e Mística. O futuro da cidadania do mundo será abordado em Política, Governança e Relações Internacionais. O foco é no espírito da interconexão de saberes. Quem está na gestão, sabe que a maior parte de seu tempo e a parte mais importante dele tem de ser dedicada ao contato e interação com pessoas. Elas são, de longe, o ativo mais importante de qualquer empreendimento. Ora, o conhecimento sobre o que é o homem e sobre as suas manifestações é decisivo para ampliar a capacidade dos gestores de lidar com as pessoas das quais depende o empreendimento que lidera”, explica o coordenador, Adriano Naves de Brito.

De gestores, como no exemplo do professor, a professores, jornalistas e engenheiros. Todas as profissões vão passar por significativas mudanças no século 21 e algumas delas já estão acontecendo. Em pouco tempo ocorreram grandes mudanças na sociedade, que se processam cada vez mais rápidas. São elementos que não estavam presentes no cenário de reflexão sobre o mundo e o mudaram. “É um conjunto de problemas, como meio ambiente, qualidade de vida, tecnologias, onde não temos modelos muito definidos. Por isso, conhecê-los é fundamental, não só para contribuir com soluções, mas para entender as resoluções propostas”, destaca Adriano.

Pesquisas genéticas estão avançando para “melhorar o homem”. Para organização humana, o que representa a longevidade ultrapassar a morte? Isso muda a política, isso muda os tipos de eletrônicos que vamos comprar, bem como os formatos das nossas casas, a acessibilidade à tecnologia da informação, muda tudo. “O curso se beneficia muito se o grupo de alunos tiver uma formação variada. De fato, não se busca apenas fornecer conhecimento a um público passivo, mas também de fazer emergir os conhecimentos tácitos do grupo com vistas a desenhar soluções aplicáveis para problemas concretos trazidos por eles”, explica o professor Adriano.

A Unisinos quer discutir esses desafios que extrapolam as fronteiras tradicionais. Tanto que a aula inaugural da Humanidades: para entender o século XXI será ministrada pelo reitor, padre Marcelo Fernandes de Aquino, na próxima terça-feira (4/6), às 19h30, no campus de Porto Alegre. O título do evento é "O Subsolo da Civilização Tecnocientífica: suas Raízes Humanistas". “Os desafios que se apresentam à universidade no processo de sua reinvenção pedem sua abertura ampla à sociedade, pedem o despojamento de sua condição de única detentora do capital intelectual, embora seu principal agente”, afirmou ele durante palestra no IHU, no início deste mês.

O curso
A especialização tem duração de 24 meses e as aulas acontecem todas as terça-feiras na Unisinos Porto Alegre. As inscrições seguem até o dia 18/6. Fazem parte do corpo docente professores como o diretor do Instituto Humanitas Unisinos, Inácio Neutzling, doutor em Teologia pela Pontificia Universita Gregoriana Roma; o doutor em Letras, Donaldo Schüler; o doutor em Direito, Vicente Barreto; o doutor em Economia, André Azevedo; e o próprio reitor da Unisinos.

Saiba mais sobre a especialização em: http://www.unisinos.br/especializacao/humanidades/apresentacao

Acompanhe o Fronteiras do Pensamento em: http://www.fronteirasdopensamento.com.br/

Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links