.Fronteiras do Pensamento

17/03/2009 · 05:01
Unisinos no Fronteiras do Pensamento
Universidade confirma apoio a evento que trará à capital gaúcha Steven Pinker (foto), Eric Maskin, Howard Gardner, Maria Rita Kehl e Tom Wolfe
Tamanho da Letra
Texto: Lia Luz
Imagens: Peter Tannenbaum


Mais uma vez, a Unisinos é universidade parceira do ciclo de conferências Fronteiras Braskem do Pensamento. A abertura na capital gaúcha ocorre na segunda (23), às 19h30, com a palestra do psicólogo e linguista canadense Steven Pinker, exclusiva para convidados. No entanto, até o fim do ano serão realizadas outras quatro apresentações no Salão de Atos da UFRGS. Os passaportes (R$ 240) já podem ser adquiridos no site www.fronteirasdopensamento.com.br.
 
Esta edição, mais enxuta que as anteriores, buscou  intelectuais de ponta, envolvidos com as áreas da ciência e da cultura. Foram escolhidos nomes que se destacam por suas recentes produções científicas, com significativas contribuições ao conhecimento humano, e pela presença recorrente no cenário do debate nacional e internacional. São eles: Howard Gardner, psicólogo norte-americano, mundialmente conhecido por defender que cada pessoa tem, pelo menos, oito inteligências ou habilidades cognoscitivas; Eric Maskin, economista norte-americano, Prêmio Nobel de Economia em 2007 pela criação da Teoria do Desenho de Mecanismos; Maria Rita Kehl, psicanalista, conferencista, poeta, ensaísta e escritora brasileira; e Tom Wolfe, jornalista e escritor norte-americano, conhecido como o criador do new journalism.
 
Na noite de abertura, Steven Pinker, psicólogo experimental e cognitivo, linguista e escritor canadense. Professor de Psicologia em Harvard e ex-diretor do Centro de Neurociência Cognitiva do Massachusetts Institute of Technology, Pinker é conhecido por sua defesa da psicologia evolucionista e da teoria computacional da mente. O autor tem diversas obras publicadas no Brasil, como Do que é feito o pensamento (2008), Tábula rasa (2004) e Como a mente funciona (1997). Pinker foi nomeado uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2004 pela revista Time e um dos 100 intelectuais mais destacados pela Foreign Policy em 2005.
            
Conheça os conferencistas
 
Steven Pinker

Psicólogo experimental e cognitivo, linguista e escritor canadense, será o conferencista da noite de lançamento do Fronteiras, dia 23 de março, às 19h30, no Salão de Atos da UFRGS. Professor de Psicologia em Harvard e ex-diretor do Centro de Neurociência Cognitiva do Massachusetts Institute of Technology. Conhecido por sua defesa da psicologia evolucionista e da teoria computacional da mente, tem obras publicadas no Brasil: Do que é feito o pensamento (2008), Tábula rasa (2004) e Como a mente funciona (1997). Pinker foi nomeado uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2004 pela revista Time e um dos 100 intelectuais mais destacados pela Foreign Policy em 2005.
 
Eric Maskin

Economista norte-americano, professor de Ciências Sociais no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de Princeton. Doutor em Matemática Aplicada, recebeu o Prêmio Nobel de Economia em 2007 junto a Leonid Hurwicz e Roger Myerson pela criação da teoria do desenho de mecanismos. A teoria permite aos economistas distinguir situações favoráveis e desfavoráveis para as operações nos mercados. Os três economistas fazem parte de uma sólida escola de pensamento econômico que leva em conta em suas análises também os aspectos psicológicos. Maskin é considerado uma autoridade em teoria econômica e seus trabalhos servem de base para estudos de organizações industriais, financeiras, desenvolvimentistas e para outros campos das ciências econômicas e políticas. Suas pesquisas vão da teoria dos jogos a trabalhos mais atuais, em matérias tão diversas quanto o comportamento eleitoral e a mecânica do voto, política monetária e a defesa da propriedade intelectual.
 
Howard Gardner
Psicólogo norte-americano e professor de Educação e de Psicologia na Universidade de Harvard e de Neurologia na Universidade de Boston. Conhecido mundialmente por sua teoria das inteligências múltiplas, baseada em que cada pessoa tem – pelo menos – oito inteligências ou habilidades cognoscitivas (musical, cinético-corporal, lógico-matemática, linguística, espacial, interpessoal, intrapessoal e naturalista). Suas pesquisas colocaram em xeque todo o sistema de educação escolar nos Estados Unidos. Foi o primeiro norte-americano a receber o Prêmio de Educação Grawmeyer da Universidade de Louisville pela crítica à ideia da existência de uma só inteligência, através das provas psicométricas. É autor de vasta literatura: Cinco mentes para o futuro (2007), Inteligência: um conceito reformulado (2000) e A nova ciência da mente (1995).
 
Maria Rita Kehl

Psicanalista e escritora brasileira, doutora em Psicanálise pela PUC de São Paulo, clinica, desde 1981, em consultório particular. Conferencista, ensaísta e poeta, é autora de A mínima diferença – o masculino e o feminino na cultura (1996), Processos primários (poesia, 1996), Deslocamentos do feminino – a mulher freudiana na passagem para a modernidade (1998), Função fraterna (org., 2000), Sobre ética e psicanálise (2002), entre outros livros. Escreve artigos sobre cultura, comportamento, literatura, cinema, televisão e psicanálise desde 1974 para a imprensa nacional.
 
Tom Wolfe
Jornalista e escritor norte-americano, iniciou como colaborador nos jornais The Washington Post, Enquirer e New York Herald. Projetou-se profissionalmente no início dos anos 1960 ao produzir um novo estilo de reportagem chamado de novo jornalismo, que introduziria uma mudança radical, diluindo as fronteiras entre jornalismo e literatura. Wolfe é um cronista impiedoso da vida de seu país. No livro-reportagem O teste do ácido do refresco elétrico, fala dos jovens e o LSD nos anos 60, em A fogueira das vaidades dispara sobre os gananciosos investidores de Wall Street dos anos 80, e em Eu sou Charlotte Simmons retrata as universidades americanas e a vida desregrada de seus estudantes. Entre seus trabalhos de ficção e não-ficção estão também Um homem por inteiro (1998), Emboscada no Fort Bragg (1996) e Os eleitos (1979).

Mais Notícias

24/05/2013 · 17:33
Questão ambiental
20/05/2013 · 14:21
Sustentabilidade e ética
06/05/2013 · 09:45
Fronteiras do Pensamento 2013
17/04/2013 · 10:54
Pensar a Cultura
12/11/2012 · 16:18
Cidades cercadas de pobreza
Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links