.Graduação

15/01/2013 · 17:23
Gestor e líder
Profissional da área de processos gerenciais encontra mercado receptivo nas empresas
Tamanho da Letra
Texto: Pablo Furlanetto
Imagens: Divulgação

Não é possível cuidar de um negócio sozinho. O administrador precisa estar atento a tantas coisas, que fica difícil controlar cada setor da sua empresa. Contratando alguém para trabalhar nos processos gerenciais, além de ter mais tempo para se focar em outras atividades, o executivo também contará com um profissional especializado em negócios e gerenciamento empreendedor de pequenas, médias e grandes organizações.

Requisitado no mercado, esse tipo de gestor tem, hoje, papel estratégico dentro das corporações. O motivo é simples: ele é qualificado e atualizado com as novas ferramentas da área. E até por isso é um cargo que existe há pouco tempo. E no que essa nova função vai ajudar para o progresso da empresa? Vai ser primordial, porque interfere diretamente naquilo que vai definir o êxito ou o fracasso do negócio em curto prazo, a tomada de decisão.





“Esse é o cerne das discussões em processos gerenciais, pois muitos administradores acabam assumindo escolhas sem considerar dados e fatos sistematizados. A decisão acaba sendo vista como ‘caseira’”, explica a coordenadora da graduação tecnológica da área na Unisinos, Clarissa Socal Cervo. Na opinião da professora, o profissional com formação nesse campo possui conhecimento para gerenciar a organização no todo, estipulando estratégias e definindo metas. “Também, formula e conduz, eficazmente, as políticas e ações de Recursos Humanos, compreende o gerenciamento das ações de Marketing, considerando o posicionamento e segmento do negócio, bem como trabalha a relação com seu cliente”, diz. Outras atribuições são o controle financeiro, administrando os custos e investimentos projetados, e o gerenciamento da produção, alinhando o controle de estoque, coordenando a prospecção de fornecedores e participando do processo de produção como um todo.

EXEMPLO QUE VEM DE CIMA


Teoricamente, quem segue à risca os processos gerenciais são as empresas de maior porte. Nelas, os colaboradores são incentivados a se atualizarem e trazerem para a realidade as ferramentas de gestão de negócios. Porém, independente do tamanho, todas as organizações devem ter essa cultura se desejarem, claro, permanecer no cenário competitivo. “Todas as empresas precisam desenvolver competências de planejamento, gerenciamento, controle e mensuração. Assim, o conhecimento gerado pelo profissional trará, para o negócio, maior facilidade de diagnóstico de oportunidades e ameaças para a criação e melhoria”, destaca Clarissa.

Cientes da necessidade, as corporações estão contratando pessoas da área. De acordo com Clarissa, o mercado está muito receptivo. Uma das competências, entre as tantas, que são valorizadas pelo empregador é a liderança que quem trabalha com processos gerencias possui. Esse atributo é adquirido com o conhecimento aprofundado e a formação vivencial.


Mais Notícias

22/04/2014 · 14:04
Ex-aluno, filmes e Canadá
08/01/2014 · 15:17
Nova gestão
02/01/2014 · 09:47
Mercado internacional
28/10/2013 · 16:00
EAD internacional
17/09/2013 · 17:06
Inovação e Produção

Voltar
Rodapé - Links