.Instituto Humanitas

07/08/2012 · 09:08
Pensamento libertário
A revista IHU On-Line traz nesta edição a discussão sobre a obra do filósofo Baruch Spinoza
Tamanho da Letra
Texto: Divulgação
Imagens: Divulgação


Apontado como um dos grandes racionalistas na assim chamada Filosofia Moderna, Baruch Spinoza (1632-1677) é considerado o “pai” do criticismo bíblico moderno e um dos primeiros pensadores a formular uma potente crítica contra as ideologias estabelecidas. Filósofo de poucas obras publicadas em vida, em função da excomunhão e censura que lhe foram infligidas pela comunidade hebraica de Amsterdã, o holandês inspira a discussão de capa da IHU On-Line desta semana.

A edição de número 397 trata da obra e pensamento deste filósofo que criticava as leituras místicas e alegóricas da Bíblia. Com uma morte prematura, aos 44 anos, suas duas principais publicações são Ethica (1677), que constitui seu sistema filosófico, e o Tratactus theologivo-politicus (1670), com sua filosofia religiosa e política, que causou polêmica.

Pensadores do nosso tempo analisam Spinoza aproximando seu trabalho de grandes nomes como Nietzsche e Antonio Negri e falam sobre a influência de Maquiavel e Descartes sobre sua obra. A edição também apresenta reflexões sobre o crítico que defendia um Deus iminente e necessário.

Dois artigos ainda completam a edição. A partir das mobilizações suscitadas pelo evento Rio+20, Carlos Gadea, professor do PPG em Ciências Sociais, escreve o artigo “Contra Marx, apesar de Marx, além do Marx: ou o ressurgir da fórmula materialista da história”. Andres Kalikoske, coordenador da especialização Televisão e Convergência Digital, descreve os desafios e as perspectivas da digitalização do audiovisual alternativo.

Mais Notícias

24/06/2014 · 16:40
Mais conhecimento
20/06/2014 · 16:34
Cartão premiado
17/06/2014 · 16:25
Unilínguas em clima de Copa
17/06/2014 · 14:13
2º Comdig Talk 2014
12/06/2014 · 15:46
Por um mundo melhor

Voltar
Rodapé - Links