.Instituto Humanitas

14/05/2013 · 14:05
E o verbo se fez bit
Doutorando em Comunicação pela Unisinos lança livro no IHU nesta quarta-feira (15/5)
Tamanho da Letra
Texto: Greyce Vargas
Imagens: Divulgação


A interface internet-religião faz parte da história pessoal de Moises Sbardelotto. Daí para o tema do mestrado foi um processo natural. “A religiosidade católica veio desde o berço familiar. E, pela formação e as amizades com as irmãs Missionárias de Cristo Ressuscitado e os jesuítas, pude assumir essa herança com mais autonomia e reflexão crítica diante dos fenômenos sociais”, conta.

Moises produziu uma dissertação inovadora em que buscou entender que religiosidade nasce das mídias digitais, e como a digitalização e a conectividade complexificam o fenômeno religioso. “Em 2008, a partir do meu interesse em continuar meus estudos no nível do mestrado, fui conversar com o Pe. Pedro Gilberto Gomes, pró-reitor acadêmico e professor do PPG em Comunicação da Unisinos. Ele, então, me desafiou e me estimulou a tentar entender que religiosidade nasce das mídias digitais, e como a digitalização e a conectividade complexificam o fenômeno religioso. Daí nasceu a ideia da pesquisa”, disse.

O doutorando apresentou a dissertação em 2011, mas o tema não se esgotou e, agora, no doutorado, a interface internet-religião continua presente. “Mas agora em uma tentativa de compreender como 'o Verbo se faz rede'. Porque, com os avanço das redes sociais digitais, o fenômeno religioso na internet se torna cada vez mais difuso e abrangente, envolvendo como agentes centrais não só os sites oficiais das Igrejas, mas também perfis e comunidades criadas por fiéis comuns, que vão conquistando autoridade e legitimidade no ambiente digital a partir de suas conexões pessoais”, apontou.

Os estudos sobre a experiência religiosa fizeram de Moises uma fonte bastante procurada quando o papa Francisco foi eleito. Não é por menos, antes mesmo de concluir o mestrado em Comunicação na Unisinos o trabalho já havia sido apresentado no Uruguai, Peru, Chile e em diversas universidades do Brasil.

O resultado do estudo pode ser conferido no livro “E o Verbo se fez bit”. O lançamento acontece nesta quarta-feira (15/5), na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros, no Instituto Humanitas Unisinos, às 19h30. “No livro, apresento o que eu chamo de midiamorfoses da fé, isto é, microalterações que a religiosidade vai experimentando ao ser inculturada no ambiente digital: novas espacialidades, novas temporalidades, novas materialidades, novas discursividades e novas ritualidades”, finalizou.

O lançamento do livro acontece durante o Sala de Leitura. O evento é gratuito e as inscrições podem ser realizadas em: http://www.ihu.unisinos.br/eventos/agenda/338-.


Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links