.Pense Empregos

10/10/2013 · 14:22
Possibilidades profissionais
Design passou a ter status de destaque e caráter estratégico dentro das empresas
Tamanho da Letra
Texto: Pablo Furlanetto
Imagens: Reprodução Pense Empregos


Das áreas que mais cresceram e ganharam importância nos últimos anos, uma das que passou a ter status de destaque e caráter estratégico dentro das empresas foi o Design. Hoje, as grandes corporações veem com outros olhos os profissionais dessa área e os mantêm, cada vez mais, em núcleos que são decisivos para o futuro da marca no mercado. Os designers estão com o passe valorizado.

De acordo com Olof Schybergson, fundador e CEO da Fjord, consultoria de design de serviço que tem grandes clientes, como Nokia e Citibank, "o Design já é tão central e relevante, que contratá-lo apenas se e quando você precisar já não é mais uma boa jogada”. Para Schybergson, investir nele e torná-lo parte da organização é ser sustentável, crível e confiável para os clientes. “Muitos cursos novos da área surgiram, mais profissionais formados entraram no mercado e, dessa forma, uma nova consciência de inovação, projetação e criatividade passou a ser desejada nas principais empresas do país e do mundo”, destaca Fabricio Tarouco, coordenador do bacharelado da Unisinos.

Prova de que o cenário está mudando para melhor foram as recentes aquisições de corporações da área como Mike & Maaike e Hot Studio por Google e Facebook, respectivamente. “Antes disso, em 2004 a fabricante de eletrônicos Flextronics comprou a Frog Design e, em 2011, o desenvolvedor de software GlobalLogic comprou a Method”, elucida Tarouco.

O mercado no estado

O Rio Grande do Sul é um local propício para os designers. A Região Metropolitana concentra cerca de 35% das indústrias de transformação, 30% das de energia e utilidade pública, somando mais de 13 mil organizações. “Além disso, na região localizam-se 68,5% das empresas do ramo de Design, sendo 46,3% somente em Porto Alegre. Esses dados propõem um amplo cenário de criação de produtos que tem sido impulsionado pelo aquecimento econômico e pela realização de eventos como a Copa do Mundo. Assim, a procura por profissionais capazes de propor novas ideias e soluções tem crescido”, explica Roberto Faller, coordenador da graduação tecnológica em Design de Produto da Unisinos.

Por falar em Design de Produto, o profissional dessa área pode optar pelo empreendedorismo. Também, tem a alternativa de atuar em escritórios ou diretamente em organizações no desenvolvimento de projetos, a partir da combinação de diversos componentes materiais e imateriais, processos de fabricação, aspectos estéticos, econômicos, psicológicos, ergonômicos, sociológicos e sustentáveis. “O profissional aplica diferentes métodos de pesquisa, projetuais, de criatividade e representação, para propor novas soluções de produtos e serviços. Entre os produtos elaborados pelo designer estão luminárias, utensílios domésticos, mobiliário doméstico e urbano, artigos de couro e metais, embalagens, brinquedos, eletroeletrônicos, joias, calçados, além de outros materiais de uso pessoal ou coletivo do cotidiano”, resume Roberto.

Campo dinâmico

O Design caminha por diferentes espaços, ou melhor, se adapta às mudanças da sociedade. Um exemplo é o campo da Moda, que, assim como os outros, está muito aquecido em todo o Brasil. Para Paula Visoná, coordenadora das especializações em Design Estratégico e de Moda na Unisinos, isso acontece, entre outras coisas, pelo fato de que a área vem construindo uma história de interconexão com outras disciplinas. “Nesse sentido, muitas empresas buscam profissionais com habilitação em Design para atuar em cargos não só de projeto de produto, mas para desempenhar funções de coordenação e gestão de processos internos e de equipes, por exemplo.”

Se for levada em consideração apenas Moda, o designer vai trabalhar desde o desenvolvimento de coleções, até pesquisa de tendências e comportamento de consumo. “Obviamente, precisamos pensar nessas áreas e suas relações com Moda. Por exemplo, no caso da comunicação, hoje existem muitas agências de publicidade que possuem núcleos específicos de Moda, desenvolvendo projetos para marcas que operam no campo. Dentro desses núcleos, o profissional possui um amplo leque de atuação. É a habilitação em Moda que vai permitir a maior convergência de aspectos relacionais, potencializando um trabalho com maior alcance, tanto para a agência, como a para o cliente dela”, destaca Paula.

Um nome, muitas habilidades

Segundo as últimas diretrizes do MEC, não estão mais sendo criados bacharelados em 'Design de...'. A nova recomendação é para a formação de designers, da mesma forma que são formados arquitetos e advogados, por exemplo. Como explica o professor Fabricio Tarouco, “o momento atual almeja profissionais com um conhecimento mais amplo e estratégico, capaz de desenvolver projetos inovadores para qualquer tipo de demanda que o mercado exigir. Quando a Apple lança seus iPhones e iPads, ela precisa de alguém que entenda de produto, mas também de novos serviços digitais, de comunicação visual, enfim, de um designer estratégico.”

Se por um lado o mercado está aquecido, por outro as qualificações exigidas pelas empresas são mais rigorosas e amplas. Para Fabricio, hoje o profissional precisa ser, ao mesmo tempo, criativo, curioso, ter capacidade projetual, domínio das tecnologias digitais, gráficas e tridimensionais, habilidades manuais e práticas, senso inovador, dedicação, proatividade, visão sistêmica, além de noções históricas e culturais. O professor Roberto destaca o comportamento ético profissional e a consciência de ecologia, sustentabilidade e do impacto ambiental das criações. “É preciso ser flexível quanto ao nível de relações que podem ser construídas com outros campos, como arte, gastronomia, cinema e música. Muitas vezes, é a partir dessas relações, e da articulação das mesmas, que surgirão novas propostas de projeto”, finaliza Paula.


Mais Notícias

28/05/2014 · 14:05
Sobre calçados
23/05/2014 · 15:07
Design de Moda
24/04/2014 · 11:06
Televisão e convergência
02/12/2013 · 15:28
Unisinos e Credeal
20/08/2013 · 16:28
Summer Spot
Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links