.Pense Empregos

11/11/2013 · 13:43
Positivo em negativo
Saiba como dosar o comportamento no ambiente profissional e se dar bem em todas as situações
Tamanho da Letra
Texto: Pâmela Oliveira
Imagens: freedigitalphotos.net


Nem toda boa atitude profissional tem o efeito esperado. Elogiar o colega, concordar com a equipe e até participar de confraternizações parecem comportamentos inofensivos, mas nem sempre são. Até que ponto estamos livres de pecar pelo excesso? Quando o positivo se torna negativo? Confira, a seguir, dicas de professores dos cursos de MBA em Gestão de Pessoas, MBA em Gestão de Recursos Humanos e Especialização em Gestão de Educação Corporativa, e saiba como equilibrar suas ações.

:: O inseguro

Atitude positiva: pedir feedback ao gestor.
Resultado negativo: quando em excesso, pode demonstrar incertezas em relação ao trabalho.
Como equilibrar: é preciso saber a hora certa de pedir, sem que a prática se torne cansativa.

Atitude positiva: concordar com a equipe.
Resultado negativo: quando chega ao ponto de virar falta de opinião própria o efeito é revertido.
Como equilibrar: sempre medir qual a forma correta e o momento adequado para um posicionamento, seja a favor ou contra alguma ideia. Essa pode ser uma ótima oportunidade de conquistar o respeito das pessoas.

:: O cheio de si

Atitude positiva: marketing pessoal é importante para que as pessoas saibam o que você está fazendo.
Resultado negativo: falar bem e promover a si mesmo o tempo todo torna você uma persona non grata no ambiente de trabalho.
Como equilibrar: a dica é estabelecer um equilíbrio e observar as oportunidades mais adequadas para fazê-lo com humildade, sem que se pareça arrogante.

Atitude positiva: pró-atividade.
Resultado negativo: pode levar a pessoa a agir sem ter dados ou analisar o contexto do processo como um todo.
Como equilibrar: utilizar a energia e ansiedade em agir direcionando-as para um olhar mais abrangente, nunca executar um processo sem considerar uma visão sistêmica mais ampla e, especialmente, sem ter dados para considerar as ações/decisões tomadas.

Atitude positiva: executar uma tarefa entregando mais que o solicitado com o objetivo de surpreender o gestor.
Resultado negativo: o trabalho encomendado pode demorar mais tempo do que o esperado para ser entregue, e a parte excedente ao que foi, inicialmente, requerido pode não fazer diferença para quem solicitou a tarefa.
Como equilibrar: durante a execução da tarefa, qualquer sugestão para entregar mais do que o solicitado deve ser alinhada com quem demandou o trabalho, para avaliar se o tempo investido vale o custo-benefício.

:: O sobrecarregado

Atitude positiva: participar de projetos e engajar-se nos programas oferecidos pela empresa
Resultado negativo: excesso de faltas por conta de viagens e envolvimentos em outros projetos que estejam desfocando da realidade de sua função na empresa podem lhe prejudicar.
Como equilibrar: verifique se você possui, de fato, tempo para se envolver em projetos sem, contudo, diminuir a qualidade do seu trabalho.

Atitude positiva: estar motivado para assumir desafios e tarefas.
Resultado negativo: ter muita vontade de iniciar algo e pouca condição de terminar acaba com a imagem do funcionário.
Como equilibrar: analise seu perfil e termine tudo que inicia. Concluir e avaliar os resultados dos projetos é fundamental. Lembre-se: o pior funcionário é aquele incompetente motivado – acha que sabe tudo, participa de tudo, mas nunca finaliza nada.

:: O inconveniente

Atitude positiva: bom humor.
Resultado negativo: uma pessoa que se mostra sempre bem humorada pode passar a sensação de que tudo acaba em piada ou brincadeiras. Dependendo do momento e da situação vivida, o humor pode dar a impressão de que o profissional não tem maturidade para lidar com situações difíceis, o que leva a descrédito por parte dos colegas de trabalho.
Como equilibrar: para não assumir o papel de “Bobo da Corte” no espaço de trabalho, é preciso observar o ambiente, conhecer as pessoas e principalmente perceber se o seu bom humor é aceito e compreendido pelos demais. Antes do bom humor, faça uso bom senso.

Atitude positiva: levar informações sobre seus subordinados ao gestor.
Resultado negativo: ir direto ao gestor pode representar falta de liderança e pró-atividade.
Como equilibrar: avalie, criteriosamente, se há realmente a necessidade de recorrer ao gestor. Antes de levar qualquer informação a ele, tente primeiro resolver com seus colaboradores.

Atitude positiva: participar de confraternizações durante ou fora do horário de trabalho.
Resultado negativo: esquecer que sua postura continua sendo avaliada pelos colegas em situações assim resulta, muitas vezes, em constrangimentos.
Como equilibrar: esteja atento às conversas que surgem nestes momentos e dê especial atenção às suas opiniões e manifestações a respeito da empresa e dos colegas.

Atitude positiva: usar o espaço correto para fumar.
Resultado negativo: mesmo que seja no espaço reservado, a fumaça pode ser inconveniente para os colegas.
Como equilibrar: tenha cuidado para não se prolongar demais nesses momentos.  Quando retornar, não se esqueça de verificar o hálito.

Atitude positiva: utilizar e-mail para registro de informações.
Resultado negativo: algumas pessoas sentem-se incomodadas pelo volume de e-mails que são enviados diariamente.
Como equilibrar: comece filtrando os assuntos.  Envie apenas as informações necessárias e somente para as pessoas interessadas.

Atitude positiva: utilizar e-mail para registro de reclamações e sugestões.
Resultado negativo: há sempre a possibilidade de expor as pessoas de forma que elas se sintam incomodadas.
Como equilibrar: ao enviar alguma reclamação ou sugestão por e-mail, envie apenas para a pessoa interessada. Ninguém gosta de ser chamado à atenção na frente dos outros.

:: O simplista

Atitude positiva: objetividade
Resultado negativo: objetividade em excesso pode dar a impressão de que a pessoa é fria e distante, ou seja, que não se preocupa muito com o relacionamento pessoal.
Como equilibrar: preste atenção na forma como as pessoas se comunicam e se relacionam. Quando você responde “ok” para um e-mail de 20 linhas, alguns profissionais ficam satisfeitos e compreendem a mensagem. No entanto, outros se perguntam: “Ok, o quê?”. Portanto, não deixe de ser objetivo, mas certifique-se que as pessoas estão entendendo suas mensagens.

Atitude positiva: especializar-se na sua área de atuação e fazer os cursos que a empresa oferece
Resultado negativo: profissionais que restringem sua formação aos cursos oferecidos pela empresa tornam-se especialistas em uma área, mas se limitam a ela, não estão abertos à inovação.
Como equilibrar: tente estudar outras áreas, faça cursos externos para conhecer outras instituições, outras pessoas e, principalmente, outras áreas do conhecimento. Dessa forma, você desenvolve uma visão sistêmica e traz novidades para a sua empresa.


Mais Notícias

30/05/2014 · 16:40
Profissão nutricionista
20/01/2014 · 14:33
Além da tradução de números
14/01/2014 · 15:20
Cursos de Verão
21/11/2013 · 18:39
Cursos de verão
19/03/2013 · 16:40
Guardião da saúde

Voltar
Rodapé - Links