.Universidade

31/01/2014 · 15:16
Pelo diálogo
Representantes do movimento estudantil e da Unisinos planejam ações para 2014
Tamanho da Letra
Texto: Da Redação
Imagens: Rodrigo W. Blum

O mês de janeiro foi de reuniões entre representantes do movimento estudantil e a Unisinos. Mantendo o compromisso de intensificar os canais de comunicação entre os estudantes e a Universidade, a Gerência de Atenção ao Aluno promoveu três encontros para discutir formas de aumentar a participação dos alunos nos diferentes espaços de representação estudantil e apresentar o processo de construção do orçamento. 
 




A gerente de atenção ao aluno, Carmen Copetti, explica que o objetivo dos encontros foi promover a participação dos alunos em outras instâncias deliberativas da universidade, além do Consun. “Tivemos um diálogo aberto, do qual resultaram compromissos por parte da Unisinos e do DCE”, ressalta a professora. Para aproximar os alunos das rotinas da instituição, serão criados grupos de trabalho, especialmente relacionados às regras e processos acadêmicos, como revisões curriculares ou criação de novos cursos.
 
Além disso, a intenção das duas partes é ponderar sobre novas práticas de diálogo a longo prazo. Uma das ideias, por exemplo, prevê a melhora da comunicação da Unisinos com os alunos. Em parceria com a Agexcom, será desenvolvida uma campanha para que os estudantes percebam - de maneira mais efetiva - as oportunidades de participação discente nas discussões sobre temas relevantes para o movimento estudantil e para a comunidade acadêmica.
 
Em nota*, os integrantes do DCE salientaram que lamentam o reajuste das mensalidades, mas que estão contentes e esperançosos com a possibilidade do diálogo. Destacam também que estão confiantes que essas reuniões foram o início de uma nova fase dentro da Unisinos e que as conversas foram positivas e simbolizaram o começo de um relacionamento direto no qual os estudantes terão suas demandas atendidas de maneira coletiva e horizontal. O texto destaca ainda que há a vontade de que o vínculo criado entre o movimento estudantil e a universidade não se enfraqueça. 
 
Esse mesmo sentimento é destacado também pela gerência de atendimento ao aluno nas palavras de Carmen. “Esses encontros constituíram o início de uma trajetória que deve ser retomada no início do semestre, tornando-se permanente”, conclui. 

*Confira a nota completa do DCE:
 
"A avaliação das reuniões com os dirigentes da instituição não é feita apenas pelos integrantes do DCE porque o movimento de ocupação da reitoria bem como a participação nesses encontros foi protagonizada por colegas, em sua maioria, desvinculado de algum espaço formalmente aceito como representativo do movimento estudantil. Lamentamos o preço pago por cada estudante para gerar esse contato, mas estamos contentes e esperançosos que essas reuniões tenham sido o inicio de uma nova fase dentro da Unisinos, uma nova fase onde os estudantes serão ouvidos e mais do que isso terão suas demandas atendidas, construídas de maneira coletiva e horizontal. Entendemos que esses são processos inerentes a uma universidade, a produção conjunta de conhecimentos que fazem sentido a todos os envolvidos. Queremos que esse vínculo que se iniciou nas reuniões não se enfraqueça e cada vez mais alunos saibam que podem exercer seu direito de participação, efetiva e qualificada nos espaços que são de todos nós".

Mais Notícias

16/06/2014 · 10:37
Um líder coerente e versátil
12/05/2014 · 16:33
Concertos Comunitários
11/12/2013 · 13:50
Prêmio Açorianos
08/11/2013 · 13:05
Espetáculo no museu
24/09/2013 · 17:17
Uma só voz
Buscar
Edições Anteriores
Assine a Newsletter

Voltar
Rodapé - Links